CÓDIGO DA OBRA

  • 0
  • 0
  • 5
  • 1
  • P
  • 2
  • 1
  • 5
  • 0
  • 7

Ser Protagonista
Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Proposta

A obra Ser Protagonista: Projetos Integradores de Ciências da Natureza e suas Tecnologias é uma obra totalmente de acordo com a BNCC e com as novas diretrizes para o Ensino Médio.

A obra desenvolve competências e habilidades necessárias ao século XXI por meio da reflexão, planejamento e a execução de projetos de forma coletiva e significativa para o contexto dos estudantes, em práticas diversificadas e flexíveis.

Valores éticos e democráticos de respeito e valorização a direitos universais e fundamentais são incentivados ao longo da obra, contribuindo para a formação integral do estudante.

A obra possibilita o contato com o conhecimento e o fazer científico na investigação, na pesquisa, no raciocínio lógico, na elaboração e verificação de hipóteses, entre outras habilidades importantes específicas da área, além de exercitar também competências transversais de outras áreas do conhecimento.

A obra apoia o jovem na construção de sentido para seu futuro acadêmico, profissional e pessoal, propondo nos projetos desafios similares aos que ele enfrentará no futuro. Partindo de questões motivadoras, os alunos buscam soluções para problemas ao longo de projetos relevantes e realistas, gerando um produto final que pode ser compartilhado com sua comunidade local.

Capa do livro Ciências da natureza e suas tecnologias da coleção Ser Protagonista
Imagem de jovem usando o notebook

Destaques

Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP): projetos estruturados em etapas permitem ao estudante uma melhor experiência de aprendizagem em cada passo do projeto, trabalhando suas habilidades e competências.

Equilíbrio entre texto didático, imagens, atividades e seções: interface integrada e agradável na distribuição de atividades, textos e imagens ao longo da coleção.

Seções Entreviste, Pesquise, Construa e Experimente: desenvolvem competências e habilidades de investigação, pesquisa, elaboração de conclusões, entre outras.

Cultura digital:  foco no uso responsável e significativo da cultura digital. Projeto especial para o letramento midiático, que promove o entendimento das mídias digitais na prática.

Cultura juvenil: projeto visual arrojado, linguagem contemporânea e temas contextualizados que dialogam com a cultura do jovem.

Protagonismo juvenil: o protagonismo do estudante é incentivado ao longo de toda a obra, e mais intensamente em projetos específicos.

Pensamento computacional e cultura maker: projetos estruturados em etapas que ajudam a construir o pensamento computacional, além de projeto específico para desenvolver essa forma de pensar e agir.

Ilustração de uma pilha de livros, com allguns jovems lendo livros.

Dados técnicos

Dados técnicos

Título da obra: Ser Protagonista Projetos Integradores Ciências Humanas e da Natureza

Segmento: Ensino Médio

Área do conhecimento: Ciências da Natureza

Volume Único

Número de páginas de cada volume
Livro do aluno: 176
Livro do professor: 280

1ª edição

Composição da oferta

• 1 volume impresso (Livro do Estudante) da obra de projetos integradores na área de Ciências da Natureza e suas tecnologias – Ensino Médio.

• 1 volume impresso (Manual do Professor) da obra de projetos integradores na área de Ciências da Natureza e suas tecnologias – Ensino Médio.

• 6 videotutoriais (um por projeto) para o professor

Lia Monguilhott Bezerra

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências (IB) da Universidade de São Paulo (USP).

Mestra em Ciências, área de concentração Botânica, pelo IB – USP.

Editora de livros didáticos.

Barbara Kazue Amaral Onishi

Bacharela em Ciências Biológicas pela USP. Doutora em Ciências, área de concentração Fisiologia Geral, pela USP.

Pós-doutora pelo Departamento de Fisiologia, Instituto de Biociências da USP.

Elaboradora de conteúdos didáticos.

Marco Cesar Silveira

Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela USP.

Mestre em Ciências, área de concentração Neurociências e Comportamento, pela USP. Mestre em Agroecologia e Preservação Ambiental pela Universidade de Hohenheim, Alemanha.

Elaborador de conteúdos didáticos.

Maria Carolina Checchia da Inês

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP.

Mestra em Ciências, área de concentração Ecologia, pela USP.

Elaboradora de conteúdos didáticos.

Mauro Faro

Licenciado em Química pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Mestre em Ciências, área de concentração Engenharia Química, pela USP.

Editor e elaborador de conteúdos didáticos.

Tatiana Novaes Vetillo

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP.

Editora e elaboradora de conteúdos didáticos.

Projeto 1

STEAM

Quero ser um rocket scientist.
Por que não?!

Fechar Projeto

Projeto 1

STEAM

Tema Integrador: STEAM

Problema: Como construir um modelo de foguete simples e realizar uma Feira de Ciências para divulgar informações para as comunidades escolar e externa, de modo a sensibilizá-las sobre essa área da ciência?

Descrição do projeto

A exploração espacial sempre inspirou a imaginação humana. As recentes discussões acerca do colapso ecológico do planeta deram força aos debates sobre o ser humano ocupar outros locais que não a Terra. O que antes parecia fantasia, hoje recebe investimentos de governos e da iniciativa privada como busca de alternativas para o futuro da humanidade. Diante desse contexto, carreiras como a astronomia e a engenharia aeroespacial se mostram cada vez mais atraentes para jovens que almejam ser cientistas. Entretanto, os mais pobres, as mulheres e a população negra enfrentam dificuldade para atuar nessas profissões. Por isso, é necessário reunir esforços para que a condição social, o gênero e a cor da pele de um indivíduo não o impeça de exercer a carreira que desejar, independentemente de qual seja ela. Neste projeto, vocês vão conhecer mais sobre exploração espacial e vão construir um modelo de foguete simples. Como produto final, a turma vai realizar uma Feira de Ciências para divulgar informações para as comunidades escolar e externa, de modo a sensibilizá-las sobre essa área da ciência.

Projeto 2

Protagonismo juvenil

E a qualidade ambiental do lugar? Usando a arte de rua para gerar reflexão

Fechar Projeto

Projeto 2

Protagonismo juvenil

Tema Integrador: Protagonismo juvenil

Problema: Como fazer uma intervenção artística com ações voltadas para a comunidade?

Descrição do projeto

Atualmente, vários coletivos de artistas e de ativistas, em grande parte integrados por jovens, passaram a problematizar os processos de ocupação e transformação do espaço por meio de intervenções artísticas feitas em lugares públicos. Não se trata apenas de chamar a atenção para os impactos que essas transformações causam nas relações humanas e na qualidade de vida, mas observar como elas têm afetado o equilíbrio do ambiente e todas as formas de vida. Passar mensagens, compartilhar e provocar ideias, pressionar, reivindicar e denunciar, ou mesmo embelezar as cidades, usando métodos pouco convencionais para fazer intervenções artísticas nas ruas, constituem uma ferramenta importante de ativismo nos dias de hoje e será o objetivo deste projeto, com ações voltadas para a comunidade e protagonizadas por vocês.

Projeto 3

Midiaeducação

Como ampliar minha voz? O ativismo digital e os desafios dos tempos atuais

Fechar Projeto

Projeto 3

Midiaeducação

Tema Integrador: Midiaeducação

Problema: Como criar um portal on-line sobre mudanças climáticas e sustentabilidade?

Descrição do projeto

Segundo relatório de 2018 feito pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês para Intergovernmental Panel on Climate Change), somente uma transformação nos hábitos da sociedade humana e a imediata implementação de estratégias de redução de emissões de CO2 poderiam limitar o fenômeno do aquecimento global e as mudanças no clima do planeta. Para muitos cientistas, a Terra está em rumo de um colapso socioambiental. Mas de que maneira poderíamos evitar ou ao menos reduzir os impactos das mudanças climáticas? Quais são as nossas responsabilidades? E qual é o papel dos jovens diante desse cenário? Uma forma de contribuir é engajando-se em ações em prol do ambiente. O ativismo ambiental existe há muito tempo. Mas a democratização do acesso à internet e às redes sociais consolidou um tipo essencial de engajamento: o digital. Neste projeto, vocês vão criar um portal on-line sobre mudanças climáticas e sustentabilidade. Vocês vão produzir o conteúdo desse portal em diversas mídias digitais, compartilhando conhecimento a fim de sensibilizar não somente a comunidade escolar, mas todos que acessarem o portal, amplificando sua mensagem. Também vão realizar um evento de lançamento do portal.

Projeto 4

Mediação de conflitos

Quem domina a quadra da escola? Buscando espaços democráticos e bem-estar

Fechar Projeto

Projeto 4

Mediação de conflitos

Tema Integrador: Quem domina a quadra da escola? Buscando espaços democráticos e bem-estar

Problema: Como executar um plano de mediação de conflitos na quadra da escola, de modo a democratizar o acesso às práticas esportivas e às atividades físicas?

Descrição do projeto

São muitos os tipos de conflito que acontecem no ambiente escolar. Saber lidar com esses conflitos de forma solidária e cooperativa é um dos objetivos propostos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Essa organização fez um levantamento com estudantes brasileiros dos Ensinos Fundamental e Médio sobre a convivência entre eles na escola: 10,8% mencionaram ser “péssima ou ruim” e 40,4% disseram ser “mais ou menos” – menos da metade dos estudantes considerou “bom ou ótimo” o convívio entre eles (Unesco, 2006). Para mudar essa realidade, diversas estratégias têm sido desenvolvidas. O uso da quadra e do pátio da escola está associado a interações sociais que podem gerar enfrentamentos. Aprender a lidar com conflitos e resolvê-los é fundamental para a formação cidadã e a promoção da cultura de paz. Neste projeto, os alunos vão investigar os conflitos relacionados ao uso da quadra na escola e executar um plano de mediação de conflitos, de modo a democratizar o acesso às práticas esportivas e às atividades físicas, tão fundamentais para a saúde.

Projeto 5

STEAM

Qual é o impacto do meu consumo? A química verde como alternativa sustentável

Fechar Projeto

Projeto 5

STEAM

Tema Integrador: Qual é o impacto do meu consumo? A química verde como alternativa sustentável

Problema: Como realizar uma feira de produtos sustentáveis para a comunidade?

Descrição do projeto

Segundo levantamento do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), mais de 95% do lixo recolhido nas praias do Brasil é composto de produtos feitos de plástico, como garrafas, canudos, cotonetes e redes de pesca. E grande parte desse material que polui o ambiente poderia ser reciclada. O combate a esse problema passa pela mudança dos hábitos de consumo e por atitudes sustentáveis. Assim, é preciso haver ações individuais, como separar o lixo doméstico de acordo com sua composição e reduzir o consumo de produtos, e resoluções de questões que envolvem o poder público, como a coleta seletiva e o descarte adequado de resíduos. Além disso, o combate passa por processos e produtos cuja fabricação reduz ou elimina substâncias prejudiciais ao ambiente e ao ser humano. A química verde se insere neste contexto como iniciativa sustentável. Neste projeto, os alunos vão planejar e realizar uma feira de produtos sustentáveis para a comunidade. Além disso, vão ampliar seus conhecimentos sobre tipos de resíduos, refletir sobre hábitos de consumo, atitudes sustentáveis e tecnologias que contribuem para minimizar os impactos ambientais.

Projeto 6

Protagonismo juvenil

Fato ou fake? Como prevenir uma gravidez?

Fechar Projeto

Projeto 6

Protagonismo juvenil

Tema Integrador: Protagonismo juvenil

Problema: Como aprofundar os conhecimentos dos alunos sobre reprodução e contracepção e dar a oportunidade de atuarem como agentes transformadores da realidade social?

Descrição do projeto

No Brasil, segundo dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) do Ministério da Saúde, em 2017 nasceram 480.923 bebês de mães com idade entre 10 e 19 anos. Isso significa que cerca de 16,5% dos nascidos no Brasil são filhos de adolescentes. Ter filhos na adolescência representa um grande impacto na vida escolar, social e familiar dos jovens que se tornam pais, além de influenciar profundamente seus projetos de vida. A melhor forma de prevenir uma gravidez é o conhecimento e o uso correto e responsável de métodos contraceptivos. Neste projeto, vocês aprofundarão seus conhecimentos sobre reprodução e contracepção e terão a oportunidade de atuar como agentes transformadores dessa realidade social.

SEÇÕES

Objetivos e justificativas

Fechar seção

Todas as etapas apresentam, logo em sua primeira página, os respectivos objetivos e a justificativa, ajudando os alunos a compreenderem o que será feito na etapa e por quê.

Página exemplar: 68

Entreviste

Fechar seção

Propõem práticas investigativas relacionadas especificamente a entrevistas. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 67

Pesquise

Fechar seção

Propõem pesquisa de dados, de informações, sua análise, discussão, elaboração de conclusões, etc. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 146 – 147

Construa

Fechar seção

Propõe a construção de um produto relevante para o desenvolvimento do projeto; por exemplo, uma obra artística.

Página exemplar: 123

Experimente

Fechar seção

Propõe prática investigativa, de modo a aprofundar os conhecimentos dos alunos.

Página exemplar: 119

BOXES

Atividades

Fechar box

Questões propostas ao longo do texto didático. A intenção é abordar o conceito/ assunto / tema no momento mais oportuno, desenvolvendo e aprofundando o conhecimento dos alunos, de modo a fornecer subsídios para o desenrolar do projeto.

Página exemplar: 42-43

Boxe Dica

Fechar box

Dicas que podem ajudar a resolver um problema ou executar uma tarefa. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 80 – 81

Boxe Para explorar

Fechar box

Esse boxe pode aparecer em diversos momentos do projeto. Ele oferece sugestões de fontes complementares, que podem ser textos, vídeos, áudios, entre outros formatos.

Página exemplar:  103, 104

Proposta

Capa do livro Ciências da natureza e suas tecnologias da coleção Ser Protagonista

A obra Ser Protagonista: Projetos Integradores de Ciências da Natureza e suas Tecnologias é uma obra totalmente de acordo com a BNCC e com as novas diretrizes para o Ensino Médio.

A obra desenvolve competências e habilidades necessárias ao século XXI por meio da reflexão, planejamento e a execução de projetos de forma coletiva e significativa para o contexto dos estudantes, em práticas diversificadas e flexíveis.

Valores éticos e democráticos de respeito e valorização a direitos universais e fundamentais são incentivados ao longo da obra, contribuindo para a formação integral do estudante.

A obra possibilita o contato com o conhecimento e o fazer científico na investigação, na pesquisa, no raciocínio lógico, na elaboração e verificação de hipóteses, entre outras habilidades importantes específicas da área, além de exercitar também competências transversais de outras áreas do conhecimento.

A obra apoia o jovem na construção de sentido para seu futuro acadêmico, profissional e pessoal, propondo nos projetos desafios similares aos que ele enfrentará no futuro. Partindo de questões motivadoras, os alunos buscam soluções para problemas ao longo de projetos relevantes e realistas, gerando um produto final que pode ser compartilhado com sua comunidade local.

Destaques

Imagem de jovem usando o notebook

Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP): projetos estruturados em etapas permitem ao estudante uma melhor experiência de aprendizagem em cada passo do projeto, trabalhando suas habilidades e competências.

Equilíbrio entre texto didático, imagens, atividades e seções: interface integrada e agradável na distribuição de atividades, textos e imagens ao longo da coleção.

Seções Entreviste, Pesquise, Construa e Experimente: desenvolvem competências e habilidades de investigação, pesquisa, elaboração de conclusões, entre outras.

Cultura digital:  foco no uso responsável e significativo da cultura digital. Projeto especial para o letramento midiático, que promove o entendimento das mídias digitais na prática.

Cultura juvenil: projeto visual arrojado, linguagem contemporânea e temas contextualizados que dialogam com a cultura do jovem.

Protagonismo juvenil: o protagonismo do estudante é incentivado ao longo de toda a obra, e mais intensamente em projetos específicos.

Pensamento computacional e cultura maker: projetos estruturados em etapas que ajudam a construir o pensamento computacional, além de projeto específico para desenvolver essa forma de pensar e agir.

Dados técnicos

Ilustração de uma pilha de livros, com allguns jovems lendo livros.

Dados técnicos

Título da obra: Ser Protagonista Projetos Integradores Ciências Humanas e da Natureza

Segmento: Ensino Médio

Área do conhecimento: Ciências da Natureza

Volume Único

Número de páginas de cada volume
Livro do aluno: 176
Livro do professor: 280

1ª edição

Composição da oferta

• 1 volume impresso (Livro do Estudante) da obra de projetos integradores na área de Ciências da Natureza e suas tecnologias – Ensino Médio.

• 1 volume impresso (Manual do Professor) da obra de projetos integradores na área de Ciências da Natureza e suas tecnologias – Ensino Médio.

• 6 videotutoriais (um por projeto) para o professor

Lia Monguilhott Bezerra

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências (IB) da Universidade de São Paulo (USP).

Mestra em Ciências, área de concentração Botânica, pelo IB – USP.

Editora de livros didáticos.

Barbara Kazue Amaral Onishi

Bacharela em Ciências Biológicas pela USP. Doutora em Ciências, área de concentração Fisiologia Geral, pela USP.

Pós-doutora pelo Departamento de Fisiologia, Instituto de Biociências da USP.

Elaboradora de conteúdos didáticos.

Marco Cesar Silveira

Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela USP.

Mestre em Ciências, área de concentração Neurociências e Comportamento, pela USP. Mestre em Agroecologia e Preservação Ambiental pela Universidade de Hohenheim, Alemanha.

Elaborador de conteúdos didáticos.

Maria Carolina Checchia da Inês

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP.

Mestra em Ciências, área de concentração Ecologia, pela USP.

Elaboradora de conteúdos didáticos.

Mauro Faro

Licenciado em Química pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Mestre em Ciências, área de concentração Engenharia Química, pela USP.

Editor e elaborador de conteúdos didáticos.

Tatiana Novaes Vetillo

Bacharela e Licenciada em Ciências Biológicas pela USP.

Editora e elaboradora de conteúdos didáticos.

Projeto 1

STEAM

Quero ser um rocket scientist.
Por que não?!

Fechar Projeto

Projeto 1

STEAM

Tema Integrador: STEAM

Problema: Como construir um modelo de foguete simples e realizar uma Feira de Ciências para divulgar informações para as comunidades escolar e externa, de modo a sensibilizá-las sobre essa área da ciência?

Descrição do projeto

A exploração espacial sempre inspirou a imaginação humana. As recentes discussões acerca do colapso ecológico do planeta deram força aos debates sobre o ser humano ocupar outros locais que não a Terra. O que antes parecia fantasia, hoje recebe investimentos de governos e da iniciativa privada como busca de alternativas para o futuro da humanidade. Diante desse contexto, carreiras como a astronomia e a engenharia aeroespacial se mostram cada vez mais atraentes para jovens que almejam ser cientistas. Entretanto, os mais pobres, as mulheres e a população negra enfrentam dificuldade para atuar nessas profissões. Por isso, é necessário reunir esforços para que a condição social, o gênero e a cor da pele de um indivíduo não o impeça de exercer a carreira que desejar, independentemente de qual seja ela. Neste projeto, vocês vão conhecer mais sobre exploração espacial e vão construir um modelo de foguete simples. Como produto final, a turma vai realizar uma Feira de Ciências para divulgar informações para as comunidades escolar e externa, de modo a sensibilizá-las sobre essa área da ciência.

Projeto 2

Protagonismo juvenil

E a qualidade ambiental do lugar? Usando a arte de rua para gerar reflexão

Fechar Projeto

Projeto 2

Protagonismo juvenil

Tema Integrador: Protagonismo juvenil

Problema: Como fazer uma intervenção artística com ações voltadas para a comunidade?

Descrição do projeto

Atualmente, vários coletivos de artistas e de ativistas, em grande parte integrados por jovens, passaram a problematizar os processos de ocupação e transformação do espaço por meio de intervenções artísticas feitas em lugares públicos. Não se trata apenas de chamar a atenção para os impactos que essas transformações causam nas relações humanas e na qualidade de vida, mas observar como elas têm afetado o equilíbrio do ambiente e todas as formas de vida. Passar mensagens, compartilhar e provocar ideias, pressionar, reivindicar e denunciar, ou mesmo embelezar as cidades, usando métodos pouco convencionais para fazer intervenções artísticas nas ruas, constituem uma ferramenta importante de ativismo nos dias de hoje e será o objetivo deste projeto, com ações voltadas para a comunidade e protagonizadas por vocês.

Projeto 3

Midiaeducação

Como ampliar minha voz? O ativismo digital e os desafios dos tempos atuais

Fechar Projeto

Projeto 3

Midiaeducação

Tema Integrador: Midiaeducação

Problema: Como criar um portal on-line sobre mudanças climáticas e sustentabilidade?

Descrição do projeto

Segundo relatório de 2018 feito pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês para Intergovernmental Panel on Climate Change), somente uma transformação nos hábitos da sociedade humana e a imediata implementação de estratégias de redução de emissões de CO2 poderiam limitar o fenômeno do aquecimento global e as mudanças no clima do planeta. Para muitos cientistas, a Terra está em rumo de um colapso socioambiental. Mas de que maneira poderíamos evitar ou ao menos reduzir os impactos das mudanças climáticas? Quais são as nossas responsabilidades? E qual é o papel dos jovens diante desse cenário? Uma forma de contribuir é engajando-se em ações em prol do ambiente. O ativismo ambiental existe há muito tempo. Mas a democratização do acesso à internet e às redes sociais consolidou um tipo essencial de engajamento: o digital. Neste projeto, vocês vão criar um portal on-line sobre mudanças climáticas e sustentabilidade. Vocês vão produzir o conteúdo desse portal em diversas mídias digitais, compartilhando conhecimento a fim de sensibilizar não somente a comunidade escolar, mas todos que acessarem o portal, amplificando sua mensagem. Também vão realizar um evento de lançamento do portal.

Projeto 4

Mediação de conflitos

Quem domina a quadra da escola? Buscando espaços democráticos e bem-estar

Fechar Projeto

Projeto 4

Mediação de conflitos

Tema Integrador: Quem domina a quadra da escola? Buscando espaços democráticos e bem-estar

Problema: Como executar um plano de mediação de conflitos na quadra da escola, de modo a democratizar o acesso às práticas esportivas e às atividades físicas?

Descrição do projeto

São muitos os tipos de conflito que acontecem no ambiente escolar. Saber lidar com esses conflitos de forma solidária e cooperativa é um dos objetivos propostos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Essa organização fez um levantamento com estudantes brasileiros dos Ensinos Fundamental e Médio sobre a convivência entre eles na escola: 10,8% mencionaram ser “péssima ou ruim” e 40,4% disseram ser “mais ou menos” – menos da metade dos estudantes considerou “bom ou ótimo” o convívio entre eles (Unesco, 2006). Para mudar essa realidade, diversas estratégias têm sido desenvolvidas. O uso da quadra e do pátio da escola está associado a interações sociais que podem gerar enfrentamentos. Aprender a lidar com conflitos e resolvê-los é fundamental para a formação cidadã e a promoção da cultura de paz. Neste projeto, os alunos vão investigar os conflitos relacionados ao uso da quadra na escola e executar um plano de mediação de conflitos, de modo a democratizar o acesso às práticas esportivas e às atividades físicas, tão fundamentais para a saúde.

Projeto 5

STEAM

Qual é o impacto do meu consumo? A química verde como alternativa sustentável

Fechar Projeto

Projeto 5

STEAM

Tema Integrador: Qual é o impacto do meu consumo? A química verde como alternativa sustentável

Problema: Como realizar uma feira de produtos sustentáveis para a comunidade?

Descrição do projeto

Segundo levantamento do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), mais de 95% do lixo recolhido nas praias do Brasil é composto de produtos feitos de plástico, como garrafas, canudos, cotonetes e redes de pesca. E grande parte desse material que polui o ambiente poderia ser reciclada. O combate a esse problema passa pela mudança dos hábitos de consumo e por atitudes sustentáveis. Assim, é preciso haver ações individuais, como separar o lixo doméstico de acordo com sua composição e reduzir o consumo de produtos, e resoluções de questões que envolvem o poder público, como a coleta seletiva e o descarte adequado de resíduos. Além disso, o combate passa por processos e produtos cuja fabricação reduz ou elimina substâncias prejudiciais ao ambiente e ao ser humano. A química verde se insere neste contexto como iniciativa sustentável. Neste projeto, os alunos vão planejar e realizar uma feira de produtos sustentáveis para a comunidade. Além disso, vão ampliar seus conhecimentos sobre tipos de resíduos, refletir sobre hábitos de consumo, atitudes sustentáveis e tecnologias que contribuem para minimizar os impactos ambientais.

Projeto 6

Protagonismo juvenil

Fato ou fake? Como prevenir uma gravidez?

Fechar Projeto

Projeto 6

Protagonismo juvenil

Tema Integrador: Protagonismo juvenil

Problema: Como aprofundar os conhecimentos dos alunos sobre reprodução e contracepção e dar a oportunidade de atuarem como agentes transformadores da realidade social?

Descrição do projeto

No Brasil, segundo dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) do Ministério da Saúde, em 2017 nasceram 480.923 bebês de mães com idade entre 10 e 19 anos. Isso significa que cerca de 16,5% dos nascidos no Brasil são filhos de adolescentes. Ter filhos na adolescência representa um grande impacto na vida escolar, social e familiar dos jovens que se tornam pais, além de influenciar profundamente seus projetos de vida. A melhor forma de prevenir uma gravidez é o conhecimento e o uso correto e responsável de métodos contraceptivos. Neste projeto, vocês aprofundarão seus conhecimentos sobre reprodução e contracepção e terão a oportunidade de atuar como agentes transformadores dessa realidade social.

SEÇÕES

Objetivos e justificativas

Fechar seção

Todas as etapas apresentam, logo em sua primeira página, os respectivos objetivos e a justificativa, ajudando os alunos a compreenderem o que será feito na etapa e por quê.

Página exemplar: 68

Entreviste

Fechar seção

Propõem práticas investigativas relacionadas especificamente a entrevistas. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 67

Pesquise

Fechar seção

Propõem pesquisa de dados, de informações, sua análise, discussão, elaboração de conclusões, etc. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 146 – 147

Construa

Fechar seção

Propõe a construção de um produto relevante para o desenvolvimento do projeto; por exemplo, uma obra artística.

Página exemplar: 123

Experimente

Fechar seção

Propõe prática investigativa, de modo a aprofundar os conhecimentos dos alunos.

Página exemplar: 119

BOXES

Atividades

Fechar box

Questões propostas ao longo do texto didático. A intenção é abordar o conceito/ assunto / tema no momento mais oportuno, desenvolvendo e aprofundando o conhecimento dos alunos, de modo a fornecer subsídios para o desenrolar do projeto.

Página exemplar: 42-43

Boxe Dica

Fechar box

Dicas que podem ajudar a resolver um problema ou executar uma tarefa. Pode aparecer em qualquer etapa.

Página exemplar: 80 – 81

Boxe Para explorar

Fechar box

Esse boxe pode aparecer em diversos momentos do projeto. Ele oferece sugestões de fontes complementares, que podem ser textos, vídeos, áudios, entre outros formatos.

Página exemplar:  103, 104